Histórico

POR Euzir Neto 01/01/2015

Histórico

 

     O Colégio Curitibano Adventista Bom Retiro é uma unidade do Sistema Adventista de Educação, uma das várias instituições escolares que compõem a Associação Sul Paranaense de Educação.

 

     Em sua trajetória está a deferência de ser a primeira escola Adventista do Brasil, instalada na Rua Paula Gomes, 296, em Curitiba. Um marco na sua história acontece quando o então diretor, Guilherme Stein Jr. ministra a primeira aula no dia 1º de julho de 1896, no então denominado Colégio Internacional. Inicialmente, as aulas eram ministradas em alemão, idioma dos pioneiros que aqui chegaram em 1896, para divulgar a fé e a filosofia educacional adventista.

 

     Outro pioneiro que merece destaque é Paul Theodor Kraemer que assume a direção da escola em setembro de 1897. O Sr. Kraemer veio de Hamburgo, Alemanha, onde recebeu uma educação apurada na corte dos condes de Shcwerin. Porém, impactado pelo espírito missionário, aceitou o chamado da Organização Adventista e tornou-se um dos responsáveis pela continuidade do projeto educacional no Brasil.

 

     Confirmando que a Educação Adventista nasceu no coração do Criador, em um ano surgiu a necessidade de se procurar novas instalações para Colégio Internacional e, em meados de 1898, o primeiro colégio adventista brasileiro muda-se para a Av. Cândido de Abreu. No andar superior residia o casal Kraemer e no térreo ficavam as instalações da escola. Deste prédio, resta hoje apenas a fachada, incorporada ao Shopping Mueller.

 

      Dois anos depois, em 1901, vamos encontrar o Colégio Internacional, no Palacete Wolf, em frente à igreja do Rosário, na Praça Garibaldi. Um prédio bem maior, com várias salas de aula. O Palacete Wolf, hoje, é tombado por seu valor histórico, e abriga a Fundação Cultural de Curitiba.

 

     De 1901 a 1904 a escola se estabeleceu enquanto referência na capital paranaense. No entanto, em 1904, o Colégio Internacional encerrou suas atividades, por motivos nunca suficientemente esclarecidos. Os registros apontam que Paul Kraemer idealizou um projeto para ampliar a estrutura física e acadêmica do colégio, aumentando o número de vagas, mas, não tendo apoio, desistiu da escola, mudando-se para Porto Alegre, onde fundou o Laboratório Farmacêutico Kramer. Faleceu aos 77 anos, no dia 15 de novembro de 1930. O Pastor Graf, que apoiou o empreendimento proposto por Kramer aposentou-se e foi morar em Taquari, Rio Grande do Sul, tendo sido substituído pelo Pastor Spies.

 

     Se a educação adventista alcançou um período de expansão em todo o país durante esta lacuna em Curitiba, seria apenas em 1915 que a semente germinaria. No dia 20 de janeiro daquele ano foi inaugurado o primeiro templo Adventista do 7º Dia do Paraná, na Rua Saldanha Marinho, esquina com a Rua Brigadeiro Franco, em Curitiba. Na mente dos idealizadores da igreja havia a previsão de reabertura da escola, por isso destinaram uma sala para abrigar as futuras instalações, no mesmo sistema de escola relacionada à igreja.

 

     Mas foi somente em 1928 que a escola voltou a funcionar. Mais do que nunca, no entanto, a educação estava baseada nos objetivos educacionais Adventistas. A localização se dava na esquina da Rua Saldanha Marinho com a Av. Brigadeiro Franco. No mesmo prédio funcionava a Associação Paraná/Santa Catarina da IASD e ao lado, a igreja de Curitiba.

 

     Nesta nova fase, a 1ª diretora e professora foi Elin Hermanson, a primeira de uma longa lista de professores pioneiros e dedicados. Graças a eles, existe hoje o CCA Bom Retiro. Como atestam as pesquisas do Professor Renato Gross, é possível nomear os professores da Escola Adventista de Curitiba entre 1931 e 1950: Elin Hermanson, Dorina Rodrigues de Azevedo, José Rocha Almeida, Lieselote Streithorst, Elfride Poenner, Hermínia Eggers, Dalva de Paula Albuquerque, Herbert Hoffmann, Else Ehlers, Genoveva Westphal, Ruth Oberg, Else Malsbenden, Werner Arnold Weber e Lety Malty.

 

     A Igreja Adventista também cresceu em Curitiba transferindo suas instalações para o centro da cidade, na Rua Ermelino de Leão, 170; no que foi acompanhada pela escola. O prédio antigo foi totalmente ocupado pelos escritórios da Associação Paraná/Santa Catarina, e no novo prédio igreja e escola se estabeleceram, a partir de 1935. Posteriormente esse prédio foi demolido e transformado em estacionamento. O ponto era muito central e tornou-se um lugar de disputas imobiliárias e de comércio intenso.

 

     No resgate de história do CCA Bom Retiro, ainda há detalhes a serem descobertos, pois na lista de diretores da escola existem dois períodos nos quais não há nomes registrados.

 

     Em 1963 a Escola Adventista mudou para a Rua Dr. Carlos de Carvalho, 400, quando a Igreja ainda estava em construção. Em 1971 obteve autorização para implantar o 1º Grau completo, abrindo matrículas para a 5ª série.

 

     No início da década de 1980, a escola era respeitada no meio educacional do Paraná, mas não tinha condições para crescer. O prédio havia sido construído para abrigar a Igreja Central. Não havia mais como expandir sem afetar a igreja. Por isso foi necessária a transferência para um novo local. Foi adquirido o lote na Rua Nilo Peçanha com Lysimaco Ferreira da Costa, no Bom Retiro, próximo à Prefeitura de Curitiba, com 18.000 m2. Mas a construção de um prédio próprio só foi possível a partir de 1984. Os prédios foram projetados por engenheiros para uso escolar, que doaram parte de seu tempo, não só para o projeto, mas também para supervisionar os trabalhos, tendo como incentivadora a diretora Mailene Ferreira Moróz. Foi construído um prédio com 21 salas de aula, laboratórios de informática e ciências; espaço para artes (pintura e música), línguas estrangeiras, biblioteca, auditório, academia, ginásio de esportes e um amplo jardim. Ali funcionam os cursos de Educação Infantil, Ensino Fundamental I, Ensino Médio, oficinas e vários cursos extracurriculares.

 

     Com a inauguração do prédio, em 03 de setembro de 1989, a primeira escola Adventista brasileira passou a atuar na formação de crianças, adolescentes e jovens com o nome de COLÉGIO CURITIBANO ADVENTISTA BOM RETIRO.

 

No ano 2009 foi implantado o turno Integral para crianças da educação infantil ao ensino médio.

 

     A EMAC – Escola de Música Adventista de Curitiba teve seu início no Colégio Curitibano Adventista Bom Retiro em 2012 e oferece aulas de aulas de piano, teclado, violão, violoncelo, violino, guitarra, teoria musical, trombone, trompete, flauta doce, transversal e clarinete.

 

     O destaque das instalações do CCABR é sua fazendinha pedagógica, que conta com horta, galinheiro, celeiro, casa de bonecas, viveiro de pássaros, casa da arvore, lago de quelônios e patos, tanque de carpas, coelhos, pônei e ovelhas.

 

 Lista de Diretores:

 

1938-1939 - Werner Arnold Weber

1940-1950 - Diretores Desconhecidos

1951 - Profª. Ilze Host

1952 - Profª. Haydee Lindquist

1953 - Profª. Isabel Collere e Eliacibe Martins

1954 - Profª. Igia Correia Pereira

1955 - Werner Arnold Weber

1956-1957 - Idilio Tschurtschenthaler

1958-1960 - Earle Pazinato Linhares

1961-1962 - Maria Julia Albuquerque de Oliveira

1963 - Ivanilde Garcia Camargo

1964-1965 - Maria Julia Albuquerque de Oliveira

1966-1970 - Diretores Desconhecidos

1971-1972 - Nanci Rogesnki Roda

1973-1974 - Nepomuceno de Abreu

1975 - Nepomuceno de Abreu, Pedro Moura e Renato Gross

1976-1977 - Cesar Luiz Wichert

1978-1979 - Idilio Tschurtshenthaler

1980-1988 - Mailene Ferreira Moróz

1989-1994 - Eliel Unglaub

1995 - Célio Lopes Feitosa

1996-1999 - Eliezer Alvares

2000-2002 - Carmen Pothin Preuss

2003 - Júlio Cesar Coimbra Gaya

2004-2010 - Eliseu Prates dos Reis

2011-2015 - Laureci Bueno do Canto

2015 - Paulo Gustavo Orling Alves